Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hostel

A vida privada de cada um de nós compreende a sua intimidade, mas não se esgota nela. Afinal, como dizia a poetisa “Como se um grande amor cá nesta vida não fosse o mesmo amor de toda a gente!...”.

Hostel

A vida privada de cada um de nós compreende a sua intimidade, mas não se esgota nela. Afinal, como dizia a poetisa “Como se um grande amor cá nesta vida não fosse o mesmo amor de toda a gente!...”.

03
Set20

A mulher seminua

Luisa Brito

IMG_20200903_104633.jpg

 

Tinha-se dominado. Levantou a cabeça, olhou o tecto pintado da sala, cujas pinturas o tinham distraído tantas vezes durante as discussões intermináveis das Juntas Directivas; olhou, principalmente, aquela mulher seminua que lhe sorrira uma vez por semana durante vinte anos, a única que, de verdade de verdade, lhe tinha sorrido. Olhou o espelho do fundo, onde a mulher se refectia e de onde lhe fazia também o mesmo trejeito, que ele se comprazia a olhar depois do outro para ter a ilusão de que eram duas irmãs gémeas que o amavam.  

Gonzalo  Torrente Ballester in A Bela Adormecida Vai à Escola

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • Luisa Brito

    Muito obrigada! Esta senhora, com todo este azul p...

  • Luisa Brito

    Muito obrigada Isa 🙏.Tirei a fotografia a esta sen...

  • Sandra

    que partilha fenomenal! Tanta realidade e sentime...

  • Isa Nascimento

    Uma verdade intemporal que teimamos em ignorar...B...

  • Luisa Brito

    Obrigada. Muita saúde também!

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D