Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Hostel

A vida privada de cada um de nós compreende a sua intimidade, mas não se esgota nela. Afinal, como dizia a poetisa “Como se um grande amor cá nesta vida não fosse o mesmo amor de toda a gente!...”.

Hostel

A vida privada de cada um de nós compreende a sua intimidade, mas não se esgota nela. Afinal, como dizia a poetisa “Como se um grande amor cá nesta vida não fosse o mesmo amor de toda a gente!...”.

18
Abr19

Kismet

Luisa Brito

kismet.jpg

Nota: Kismet significa destino em Turco

 

 

A amante recordou-se de quando se sentara naquela mesma disposição entre aqueles mesmos dois homens em Compiègne, antes de eles partirem para o Suez, cada um ao encontro do seu Oriente. Pediu outro copo de vinho.

- Amor é o nome que se dá à tristeza para consolar aqueles que sofrem. Lembra-se? – perguntou ela a Cassim Bey. – E nós sofremos porque desejamos aquilo que não temos ou porque possuímos aquilo que já não desejamos.

- Lembro. Mas o sofrimento não é doença que tenha, espero, Madame?

- Não. Eu estou reconciliada com o eterno isolamento em que o meu coração permanece encerrado. Deve ser o meu destino, Casimir.

Nesse momento, La Poupée ergueu o véu.  Os olhos das suas mulheres encontraram-se. A amante susteve a respiração. A esposa tinha um olho azul e o outro amarelo. Era o rosto da miniatura que Casimir havia comprado naquela loja de coisas orientais numa tarde de Outono no Palais Royal. O rosto que o havia inspirado a amá-la nessa noite de uma forma que ela nunca esquecera. O rosto que o atraíra a outro continente. O rosto que o levara a apagar a sua identidade. O rosto de uma boneca.

- O que acontece se possuímos aquilo que em tempos desejámos? - perguntou ela ao seu antigo amante.

- Aproximamo-nos mais do nosso destino. Tornamo-nos humanos.

- E se não conseguirmos?

- Então apenas pertencemos ao reino dos sentidos.

- O que é melhor?

- Isso depende do destino de cada um.

- Está então a sugerir que destino e amor são uma e a mesma coisa?

Nesse instante, La Poupée falou pela primeira vez:

- Não a mesma coisa, mas um atrai sempre o outro, Madame. E nunca é aquilo que esperamos. Mas a busca mantém-nos vigorosos. De outro modo, pereceríamos.

 

Alev Lytle Croutier in O Palácio das Lágrimas

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D